fbpx
Moda
Moda

Vogue Itália elimina fotos da edição de janeiro

Giovana Marques |21.jan.20

Imagine uma revista de moda sem fotografias. Parece irreal, mas foi a maneira encontrada pela Vogue Itália de chamar atenção para um tema inquietante: sustentabilidade nas publicações impressas. Na edição de janeiro, nenhuma foto aparece na revista. O objetivo por trás da atitude é levantar debate acerca da quantidade de resíduos e o impacto ambiental gerado com os cliques.

Oito diferentes ilustrações foram criadas para as capas da Vogue Itália de janeiro. Foto: Vogue Itália.

Na carta editorial, o diretor de redação Emanuele Farneti lista alguns dos motivos para a edição protesto. “As luzes acendem por pelo menos dez horas sem parar, parcialmente alimentadas por geradores a gasolina. Resíduos alimentares provenientes dos serviços de restauração. Plástico para embrulhar as roupas. Eletricidade para recarregar telefones, câmeras”.

Farneti também cita os impactos das viagens para  produção da edição de setembro do ano passado: “cento e cinquenta pessoas envolvidas. Cerca de 20 voos e uma dúzia de viagens de trem. Quarenta carros em espera”.

Moda ilustração

No lugar dos cliques, entraram ilustrações. São oito capas feitas por diferentes artistas renomados. Em cada uma das imagens, modelos são retratadas usando peças Gucci.

Os desenhos ganharam os dizeres “nenhuma fotografia foi necessária para esta edição”. O dinheiro economizado com a edição será doado para a restauração da Fundação Querini Stampalia, prejudicada com as enchentes de 2019 em Veneza.


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

LEIA TAMBÉM