VOCÊ ESTÁ LENDO >> Alice Ferraz mostra em livro porque encontrar o próprio estilo é importante
POR Júlia Mello | 22 de março

Diga-me como te mostras ao mundo que eu te direi quem és. Não tem jeito: a nossa imagem pessoal é a ponte que mostra quem somos e como lidamos com questões como autoestima, segurança, confiança e trato com o mundo exterior. Sim, a sociedade contemporânea consome imagens a todo momento, e a imagem pessoal é uma delas.

Parece um discurso aprisionador no primeiro momento, mas vamos pensar: você está numa reunião com uma pessoa que está bem-disposta, traje alinhado à ocasião e aparência bem cuidada (não estamos falando de padrão de beleza, ok?). Do outro lado da mesa, tem uma pessoa com fios de cabelo despenteados, cara de sono e uma roupa que quase serviria para um passeio ao parque num domingo. Qual das duas tendem a passar mais aptidão, consistência e segurança para conduzir uma conversa? A resposta (e reflexão) fica com você.

Pensando nesse assunto, o livro Moda à Brasileira, de Alice Ferraz, CEO do grupo F*hits, o canal de maior audiência feminina da América Latina que reúne as maiores influenciadoras digitais de moda, beleza e lifestyle do Brasil faz jus ao subtítulo de “o guia imprescindível para os novos tempos da moda”. Com uma linguagem fluida, Alice conversa com seu leitor como se já o conhecesse e o apresenta ao universo de planejamento de estilo, desde as referências e planejamentos iniciais até deixá-lo pronto para sair buscar sua melhor versão.

Longe daqueles guias de estilo padronizado, o leitor é levado a reflexão para o autoconhecimento do seu corpo e da imagem que quer passar. O objetivo é ensinar como se apresentar da melhor forma mas, acima de tudo, respeitando a individualidade de cada um. Levantamos aqui os 5 principais insights que a autora traz para você começar a compreender qual o melhor caminho para estar sempre bem com a sua imagem seja qual for a ocasião.

 

CADERNO SELETIVO DE IMAGENS
Moodboard – viaje, no sentido literal da palavra. Não precisa necessariamente ir para nenhum destino se seu orçamento não permitir, viaje pela internet, busque referencias de lugares distantes e nem tão distantes assim. Busque ver coisas que estão fora de seu usual e tente absorver o máximo possível. Depois disso, faça uma seleção de imagens que te inspiram e que tem a ver com sua realidade (de nada adianta escolher inspirações invernais se você mora uma cidade superquente). “Esteja aberta, olhe com profundidade e, como gosto de dizer, “seja porosa”, ou seja, deixe-se influenciar, deixe entrar. Só assim depois dessa mistura algo novo vai surgir. Você e seu estilo próprio”

RESPEITE OS LIMITES
Use a moda a favor da sua idade. Aprenda a valorizar sua beleza de acordo com a sua idade. Seja nos 20, 30, 40, 50 ou mais, a moda pode ser sua aliada para te deixar ainda mais confiante em qualquer ocasião. “O importante é saber jogar a seu favor”.

SEM MODISMO
“ É preciso olhar para si mesma e começar a adaptar, encarar o espelho de frente. E de lado. E de costas”. É preciso conhecer seu corpo e seus ângulos para saber o que te favorece, o que você sente confiança independente das tendências da passarela. Não use X peça porque ela está na moda se ela não tem nada a ver com você!

RECONHEÇA OS ALIADOS
Escolha tecidos, cores e peças que te valorizam, mas não esqueça de ter bom senso e usá-los de forma adequada em cada ocasião. “Quando você encontra marcas que valorizem seus pontos fortes, assim como pessoas, chefe, amigos e amores que valorizem quem você é, tudo dá certo!”

EQUÍLIBRIO SEMPRE
“Quem destaca tudo, no final não destaca nada”. Jamais esqueça essa frase e faça dela o seu mantra. Saiba dosar os pontos focais da sua roupa. Se você que usar alguma coisa muito curta, tudo bem, mas pegue leve na maquiagem e no resto da roupa. O mesmo vale para um decote profundo e para a maquiagem bem pesada.



ESCRITO POR Júlia Mello

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS EM Moda

14 de fevereiro

Entre presas e sangue: Rodarte desfila mood gótico no NYFW

Marca retorna às passarelas da semana de moda com apresentação que reafirma as suas raízes...

por Giovana Marques
14 de novembro

Anote na agenda: Talk Fashion Branding & Drinks

Um encontro (com bons drinks, vale dizer!) para dialogar sobre marcas de moda que andam...

por Andreia Meneguete
7 de dezembro

5 dicas para produção de conteúdo digital por Vogue Brasil

Bloco de notas à mão e veja o que as editoras da revista têm a dizer sobre o jornalismo de moda online

por Ivan Reis
20 de fevereiro

IAM Entrevista: Sociedade e Cultura de Moda com Alcino Leite

Muito mais que looks: Alcino Leite foi responsável por levar ao jornal Folha de São Paulo um olhar mais crítico sobre a moda

por João Arthur Marinho

ÚLTIMAS POSTAGENS

Arraste para o lado
11 de junho

Moda e woke-washing: a mercantilização do corpo preto em um novo patamar

Jornalista Viviane Rocha relata o sequestro da humanidade das pessoas pretas

por Viviane Rocha
9 de junho

Semiótica da moda: a sensibilidade penetrante de Dior em “Disturbing Beauty”

Semioticista Clotilde Perez analisa os significados da beleza no novo filme da Dior

por Clotilde Perez
22 de maio

Carreira fashion: o que é preciso saber sobre jornalismo de moda

Do impresso ao digital, a jornalista Andreia Meneguete analisa as transformações de um jornalismo que se reinventa no tempo 

por Ivan Reis
22 de maio

GQ Brasil comemora 10 anos com diversidade no lifestyle

Com capas estreladas por Ludmilla, Ronaldo e o empresário David Vélez, a revista reformula seu projeto editorial

por Ivan Reis
22 de abril

Balen-gucci: o que fica da união de duas marcas potentes?

Em uma união inesperada com Balenciaga, Gucci traz à luz que quando se reformulam os signos, mudam-se significados

por Andreia Meneguete
15 de março

Para ler: 5 livros para entender moda masculina

Quer saber mais sobre moda masculina? Então, veja os livros que separamos para você iniciar a sua jornada de estudos

por Ivan Reis
15 de março

GQ Brasil sob nova direção: conheça as mudanças da revista

Agora com direção do jornalista Daniel Bergamasso, título de moda masculina ganha foco para comportamento

por Ivan Reis
30 de dezembro

IAM EDIT #01: o que fazer com os aprendizados de 2020

Ufa, 2020 parece que está chegando ao fim. E a gente tenta fazer uma retrospectiva do que realmente aconteceu e vivemos.

por Andreia Meneguete