VOCÊ ESTÁ LENDO >> Figurino do filme ‘Spencer’: o papel das marcas de moda no cinema
POR Carol Hossni | 28 de agosto

Filme sobre Lady Di traz figurino assinado por Chanel e mostra o poder das marcas nas narrativas em torno de biografias

Se você gosta de moda e cinema, provavelmente seu feed foi tomado pelas imagens de divulgação do filme ‘Spencer’, de Pablo Larraín. A produção, cujo título faz referência ao nome de solteira de Lady Di, conta sobre o momento em que a princesa decidiu terminar seu casamento com o príncipe Charles. 

Na pele de uma princesa: Kristen Stewart como Diana Spencer (2021). (Foto: Reprodução)

Se você gosta de moda, também  provavelmente, seus olhos brilharam só de pensar no figurino de um dos membros mais fashionistas da realeza britânica. O que você talvez não tenha notado, é que nos créditos do trailer, lá no finalzinho da tela, aparece “with thanks to Chanel”. Isso mesmo! O diretor, que já trabalhou com a maison em ‘Jackie’ (2016), contará com a parceria da marca em seu novo filme. 

 

Spencer: filme terá estreia no festival de Veneza, em 3 de setembro, e traz figurino assinado por Chanel. (Foto Reprodução)

A relação da Chanel com a sétima arte já é antiga. No início da década de 30, a convite do produtor Sam Goldwyn a maison criou seus primeiros figurinos para a indústria cinematográfica. O contrato milionário com a MGM, além de aprimorar o departamento de figurinos da companhia, também impulsionou o nome da Chanel em território americano. Desde então, criou peças especiais e figurinos completos para o cinema no mundo todo. A própria história da maison e de Gabrielle Chanel já foram contadas no cinema (mais de uma vez, inclusive). Vestiu, dentro e fora das telas, nomes como Greta Garbo, Marlene Dietrich, Romy Schneider, Jeanne Moreau, Blake Lively, Nicole Kidman, Keira Knightley e a estrela de Spencer, Kristen Stewart.

 

Em café Society, Kirsten Stweart também trouxe às vistas dos telespectadores um figurino assinado por Chanel

 

Quando o assunto é branding, os figurinos de cinema se mostram uma ferramenta poderosa para as marcas de moda. Ao se vincular a uma celebridade, personagem ou história, uma marca além de registrar seu trabalho, consegue atingir novos públicos e criar associações que reforcem seu posicionamento, história, valores e essência.  O sonho de vestir a Rainha da Moda e se associar a ela também foi possível para algumas marcas, graças ao cinema. Quem não se lembra do icônico All-Star que apareceu em ‘Maria Antonieta’ (2006)? Ou da coleção de sapatos que Manolo Blahnik desenhou especialmente para o filme de Sofia Coppola? 

Maria Antonieta de Sofia Coppola: a paixão por sapatos da Rainha da Moda interpretada pelo designer Manolo Blahnik, em 2006. (Foto: Reprodução)


Talvez muitas pessoas não reconheçam o nome ‘Hubert de Givenchy’, mas certamente, se lembram do vestido preto de Audrey Hepburn em ‘Breakfast at Tiffany’ s’ (1961). O look se tornou um verdadeiro ícone, e é trabalhado até hoje não só pela Givenchy, autora do vestido, como também pela Tiffany – vide a mais nova campanha estrelada por Beyoncé e Jay-Z. 
Já o papel de um ‘Gigolô Americano’ (1980), vivido por Richard Gere, projetou Giorgio Armani para o mundo, sendo reconhecido internacionalmente como um expert em alfaiataria masculina, quando a marca tinha curtos cinco anos de história. Esses são só alguns exemplos de uma lista extensa de marcas que se tornam reconhecíveis pelo grande público a partir da produção de figurinos – e isso nos leva a pensar o quão interessante é para a construção de uma marca de moda protagonizar seu papel também no cinema.

 

Veja um pouco do que vem por ai em Spencer no trailer abaixo:

Ainda sobre ‘Spencer’, Kristen Stewart diz: “é um mergulho emocional imaginando quem Diana era em um momento crucial de sua vida. É uma afirmação de todas as suas camadas, que começa com seu nome de batismo, Spencer. É um esforço grande de tentar retornar a si mesma enquanto Diana tenta se prender ao que o nome Spencer significa para ela“. Diante da história de uma mulher com a coragem para entrar em um embate com uma das famílias mais poderosas do mundo, já tendo Kristin como uma embaixadora da Chanel e Pablo como parceiro em outro filme, conseguimos conectar alguns pontos e entender o quanto faz sentido para a maison esse trabalho.



ESCRITO POR Carol Hossni
Formada em publicidade e propaganda, flertei muito com o jornalismo ao longo da faculdade, e aqui encontrei um espaço para transformar em textos as minhas observações e pensamentos sobre branding, moda, beleza e comunicação.

Formada em publicidade e propaganda, flertei muito com o jornalismo ao longo da faculdade, e aqui encontrei um espaço para transformar em textos as minhas observações e pensamentos sobre branding, moda, beleza e comunicação.

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS EM Moda

17 de abril

Mercado de luxo chinês: dos influenciadores ao consumo de experiências únicas

Marcas de luxo favorecem dinâmicas em prol da experiência e forte valor de individualização além do produto

por Júlia Vilaça
21 de janeiro

Vogue Itália elimina fotos da edição de janeiro

Ação evidencia os impactos ambientais gerados na elaboração de uma revista

por Giovana Marques
7 de julho

Sonho de uma Noite de Verão: Schiaparelli apresenta Alta-costura com croquis

Na segunda-feira (07/07), a maison Schiaparelli divulgou um vídeo do diretor-criativo Daniel Roseberry esboçando Imaginaire,...

por Guilherme de Beauharnais
1 de junho

Jornada nas Estrelas: a Moda e o Espaço Sideral

O início de uma nova fase na Era Espacial pelo lançamento da nave Dragon Crew...

por Guilherme de Beauharnais

ÚLTIMAS POSTAGENS

Arraste para o lado
6 de novembro

Negócios em foco: 7 Reflexões sobre o Mercado de Luxo com Carlos Ferreirinha

Em palestra no Iguatemi Talks, especialista do mercado de luxo traz insights do segmento para qualquer setor

por Brenda Luchese
5 de novembro

As estratégias da Jacquemus para se tornar “queridinha” no mercado de luxo

Entenda como a marca criada por Simon Jacquemus virou fenômeno e se tornou referência do conceito de novo luxo

por Rebeca Dias
5 de novembro

Cases de Luxo: como a Burberry e Gucci se conectaram com novos consumidores

Veja como as grifes de luxo se adaptaram para atender às transformações dos novos tempos e dos consumidores

por Rebeca Dias
5 de setembro

Fure a bolha: chegou a hora do streetwear brasileiro ganhar destaque global

A consolidação da moda de rua brasileira e como designers de marcas nacionais chegaram a showroom em Paris.

por Júlia Lyz
12 de maio

Copenhagen Fashion Week: conheça semana de moda internacional sustentável

Marcas do evento que visa promover a sustentabilidade precisam respeitar ao menos 18 critérios para inscrição

por Rebeca Dias
12 de maio

Onde está a moda inclusiva? Os desafios para encontrar roupas para o público PcD

Especialista sobre o assunta aponta o preconceito como principal fator para a falta de inclusão na moda

por Beatriz Neves
12 de maio

O QUE O SXSW 2023 E O ÚLTIMO PARIS FASHION WEEK TÊM EM COMUM?

Durante o maior evento de inovação do mundo, a inteligência artificial roubou a cena e nos faz refletir o papel da moda

por Giovanna Schiavon
12 de maio

8 Perfis do Tiktok para Acompanhar e Aprender Sobre o Mercado de Moda

Muito além do look do dia e de dancinhas, o Tiktok permite a democratização e acessibilidade aos conteúdos sobre moda

por Ana Flávia Gimenez