VOCÊ ESTÁ LENDO >> O que esperar da biografia não autorizada de Anna Wintour 
POR Letícia Becker | 30 de março

Biografias não autorizadas sempre despertam o interesse de quem gosta de realidade com boas pitadas de drama e fofoca. Sendo a protagonista nada menos que Anna Wintour, editora chefe da Vogue norte americana, a obra de Jerry Oppenheimer – Front Row – Anna Wintour: The Cool Life and Hot Times of Vogue’s Editor in Chief – é do tipo “must-read”.

Anna Wintour é sempre uma das primeiras a chegar aos desfiles de moda. Ela faz questão de ser pontual e ver o show do início ao fim.

O autor entrevistou colegas da época da escola, ex namorados, inimigos profissionais e tantas outras fontes capazes de oferecer detalhes curiosos e obscuros desta personalidade ambiciosa e perfeccionista, que foi imortalizada pelo filme O Diabo veste Prada. Oppenheimer relata passagens como a de certa vez, ainda nos anos 80, quando Anna Wintour roubou ideias de pautas de colegas para se promover na NY Magazine. Seus logros também são destacados, como o caso da memorável capa de estréia dela na Vogue, em novembro de 1988, com a modelo usando o melhor do estilo hi-low, tendência em evidência até hoje. Por essas e outras a obra é, no geral, um exame intimo das paixões, limitações, perdas e ganhos da mulher mais influente do mundo da moda.

QUER TRABALHAR COM MODA? FRASES DE WINTOUR QUE PODEM SERVIR COMO INSPIRAÇÃO

Embora seu perfil calculista sempre tenha se sobressaído nos veículos que a mencionam, fato é que Anna Wintour é pura inspiração por seu profundo amor e compreensão do mercado de moda. A forma clara e objetiva com a qual pensa nos levou a selecionar algumas de suas frases para inspirar o seu dia.

Sobre compreensão de moda
Frequentemente tenho a impressão de que a moda põe medo em muitas pessoas. E como dá medo, a criticam.”

“Se olhares a qualquer grande fotografia de moda dirá tanto sobre o que esta acontecendo no mundo quanto por um exemplar do The New York Times.” 

Sempre se trata do tempo. Se estiver adiantado, ninguém entenderá. Se estiver atrasado, todos esquecerão.

Sobre confiar em si mesma
“As pessoas respondem bem àquelas que estão seguras do que querem.”

“Acredite em seu próprio estilo, permita que seja único e ao mesmo tempo identificável aos demais.” 

Sobre atuar com convicção
“Respondo sempre aos meus próprios instintos. Algumas vezes são de muito êxito e outras, obviamente, não. Ainda assim é preciso apegar-se ao que você acredita.”



ESCRITO POR Letícia Becker

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS EM Moda

11 de fevereiro

9 livros de moda que você tem que ler

A moda traz consigo a ideia de novidade e transformação. No entanto, uma coisa nunca...

por Andreia Meneguete João Arthur Marinho
7 de outubro

Chanel sem holofotes: desfile de primavera é desconexo e sem criatividade

Com uma coleção desconectada do tema, Virginie Viard traz à passarela looks apáticos e sem enredo

por Guilherme de Beauharnais
28 de maio

A máscara que cobre novos e velhos hábitos

Em tempos de pandemia do novo Coronavírus, a máscara de proteção tornou-se uma medida de...

por Ivan Reis
18 de setembro

Anote na agenda: curso em versão pocket de Fashion Branding & Content em São Paulo

Extra, extra, extra: curso de Fashion Branding & Content, dia 23/09, das 10h às 16h,...

por Andreia Meneguete

ÚLTIMAS POSTAGENS

Arraste para o lado
20 de dezembro

Projeto 19M da Chanel: o fortalecimento do luxo

Com nova CEO na casa e inauguração oficial do projeto, a grife francesa promete enaltecer o artesanato de moda de luxo

por Júlia Vilaça
9 de dezembro

Jornalismo de Moda: e se a autora Clarice Lispector fosse capa da Vogue?

No mês que Clarice Lispector faria 100 anos, conheça a relação da escritora com o jornalismo de moda

por Ivan Reis
28 de agosto

Figurino do filme ‘Spencer’: o papel das marcas de moda no cinema

Filme sobre Lady Di traz figurino assinado por Chanel e mostra o poder das marcas nas narrativas em torno de biografias

por Carol Hossni
17 de agosto

O homem contemporâneo segundo Mário Queiroz

Análise de imagem: o professor e designer explica as transformações na moda masculina hoje

por Ivan Reis
10 de agosto

Vida em detalhes: na fila da vacina, vista sua esperança

Enquanto esperar é a única coisa que nos resta, as roupas moldam a cena de um futuro próxima que desejamos ter

por Ivan Reis
10 de agosto

Belly Palma: “Posso fazer o que eu quiser e do meu jeito”

Influência ativista na internet: Izabelle Palma é a nova voz quando se fala em moda, diversidade e inclusão no Brasil

por Ivan Reis
11 de junho

Moda e woke-washing: a mercantilização do corpo preto em um novo patamar

Jornalista Viviane Rocha relata o sequestro da humanidade das pessoas pretas

por Viviane Rocha
9 de junho

Semiótica da moda: análise do filme “Disturbing Beauty”, da Dior

Semioticista Clotilde Perez analisa os significados da beleza no novo filme da Dior

por Clotilde Perez