fbpx
Destaque
Destaque

Fashion job: aprendizados de carreira com a série “Emily em Paris”

A série Emily em Paris, estrelada e produzida por Lily Collins, foi sucesso de estreia, ficando no topo das mais vistas no Netflix em todo o mundo. Afinal, por que uma série com perfume teen e com todos os clichês das indústrias da publicidade e da moda ainda faz sucesso? Simples. Emily carrega na sua bolsa Chanel os sonhos de qualquer mulher moderna, que tem o plano de atingir sua independência com inteligência, leveza e umas doses de glamour e luxo. Fica claro que a jovem americana ao invadir Paris está longe de ser alguém criada em berço de ouro. Ela está ali pois soube esperar a grande oportunidade chegar. Mas vale o ponto: ela se preparou para tal. Fez mestrado em comunicação, estudou muito sobre mídias digitais e entende como nínguém de comportamento de consumo.

Emily é aquele tipo de profissional que sabe onde quer chegar e leva cada desafio como uma oportunidade para o seu obetivo. (Foto: Reprodução)

Pensando neste combo profissional e como em cada take Emily nos ensina sobre carreira, reunimos os principais aprendizados que podemos tirar com a nova fashionista do pedaço. Tenha um bloco de nota à mão e escreva cada insight que este texto lhe trouxer. Vale a pena, acredite. Depois, é só compreender o que você pode fazer melhor para se preparar para quando aquela oportunidade bacana surgir.

1. RECONHECER O VALOR DA CULTURA DE UM OUTRO PAÍS
Emily foi um pouco ingênua ao achar que tudo estaria ao seu favor ao mudar de cidade. E como ela mesma disse: foi uma “ignorante prepontente” ao achar que ir trabalhar em Paris sem saber nada de francês seria easy-peasy. Na verdade, ela pode até conseguir se comunicar com ajuda de algumas ferramentas, mas ela não estava compreendendo a importância do que é falar o francês na… França! nâo é sobre se virar, é sobre não subestimar a cultura de um outro país, compreender o valor que tudo isso tem para um grupo. Por isso, primeira regra: estude tudo que puder sobre o país e povo que deseja se relacionar no futuro. Se a sua vaga dos sonhos está numa empresa Australiana, é fato que você, além do inglês, deve manjar tudo deste país. Prepare-se para as oportunidades, não deixe para pensar sobre isso quando uma vaga bater à sua porta.

Saiba o valor de uma outra cultura, ainda mais se você deseja trabalhar em empresas multinacionais. (Foto: Reprodução)

2. NÃO TENHA MEDO DE FAZER NETWORKING
Se tem uma coisa que Emily sabe fazer bem é “contato”. Ela não tem medo de se aproximar das pessoas, mesmo sem saber que elas um dia serão úteis em sua vida. Emily gosta do que faz, que é ser uma Relações Públicas. A profissional sabe que o core da sua profissão é comunicação + relacionamento. É nítido o quanto ela aplica com louvor suas habilidades. Ah, e tem mais uma questão: Emily acorda todos os dias disposta a fazer a diferença. Ela coloca amor em TUDO que faz. Quando paixão e talento dá match é impossível não resultar em sucesso.

Networking: fazer contatos pode render boas amizades ou bons jobs. (Foto: Reprodução)

3. COMPREENDA OS RISCOS QUE TODA ESCOLHA PODE TRAZER
Não tem coisa melhor do que trabalhar com pessoas que querem “fazer acontecer” da melhor forma. Mas em cargos sêniores o faro para possíveis problemas deve estar sempre ativado. Tudo porque quem trabalha com comunicação e imagem de uma empresa, como é a função de um Relações Públicas, tem que presumir todos os riscos de uma ação, um evento e ou uma campanha. Emily foi muito sagaz ao sinalizar o cliente sobre as possíveis devolutivas negativas diante do filme publicitário de perfume. Mas ela ignorou o que a presença de dois jovens artistas, reconhecidos por causarem polêmic, poderia ocasionar em um evento beneficente. A função de Relações Públicas exige um olhar redobrado para tudo em um evento, pois cada erro é um flash.

Atenção aos riscos: quem trabalha como Relações Públicas tem que ficar com o radar ligado para possíveis problemas.. (Foto: Reprodução)

4. SAIBA COM QUEM ESTÁ TRABALHANDO
Definitivamente: não é todo mundo que deseja nosso bem ou se importa como nos sentimos no ambiente de trabalho. Antes de falar tudo o que pensa e abrir sobre sonhos e inseguranças, saiba quem são as pessoas que estão ao se redor. Emily foi ingênua a achar que a equipe seria acolhedora e solícita com tudo que ela tinha para dizer e ser. Primeiro, ela teve que mostrar a que veio e, depois, foi conquistando a confiança de cada um. É interessante olhar essa jornada dela na série, Anote esta dica: seja observador, sempre. É importante reconhecer o cenário onde está atuando. E principalemente saber quem são os atores da cena de trabalho. Não é todo mundo que quer saber o que você pensa ou sente.

Saiba com quem está trabalhando: reconhecer a equipe da qual faz parte pode mudar o jogo e evitar problemas. (Foto: Reprodução)

5. CONFIE NO SEU TALENTO E NA SUA INTUIÇÃO
É comum bater a síndrome da impostora (não é o caso da Emily) quando estamos prestes a conquistar algo ou estamos em um cargo importante. Por muitas vezes escutamos a “voz censora” que existe no nosso interior do que a voz de comando da “segurança”. Com isso, é muito comum que um ótimo trabalho deixe de acontecer pelo simples fato de ter optado por ter medo. Emily tem a consciência de que saber fazer um bom trabalho. E ela confia diariamente todas as fichas nessa percepção de valor.  Sem contar que a fashionista deixa o seu positivismo conduzir as suas intuições. Emily sempre olha para o copo cheio e escolhe com otimismo cada novo passo que vai dar.  Ela muda a frequencia da energia do lugar, fazendo com que tudo seja mais possível e com certeza mais leve. E não é que dá certo?

Quando o talento dá match com a vontade de fazer, o sucesso é um resultado

Quer seguir na carreira de moda e aind anão sabe muito bem como? Eis aqui uma dica: em 27 de outubro começa o Master in Fashion Business & Communication. É um programa de treinamento especial com 6 cursos na área de moda, comunicação e tendências. E o melhor: o aluno podeescolher fazer os 6 ou somente aqueles que têm mais a ver com o perfil da sua carreira. Gostou da ideia? Então saiba mais sobre o curso aqui.

 


1 Comentário

  1. Beatriz Visnadi disse:

    Amei Dé! Brilhantemente escrito, apontando todos os detalhes fundamentais para a construção de uma Fashion Business Women sagaz e humana. Só me resta dizer que estou apaixonada por várias facetas da Emily!

Deixe o seu comentário!

LEIA TAMBÉM