VOCÊ ESTÁ LENDO >> 5 dicas para produção de conteúdo digital por Vogue Brasil
POR Ivan Reis | 7 de dezembro

Bloco de notas à mão e veja o que as editoras da revista têm a dizer sobre o jornalismo de moda online

Quem busca entender um pouco mais sobre jornalismo de moda online, eis aqui um bom resumo sobre o tema. No dia 29 de setembro, Renata Garcia, editora digital da Vogue Brasil, e Daniele Costa, gerente de estratégias digitais da Edições Globo Condé Nast, comandaram a mentoria Estratégias digitais para moda via plataforma Zoom. Com o isolamento social, a ascensão de produção e acesso ao conteúdo digital foi uma realidade para marcas, empreendedores de moda e consumidores. Durante o encontro, as jornalistas abordaram algumas estratégias para impulsionar conteúdo no meio digital. A seguir, elencamos 5 dicas para uma performance digital de sucesso.

Entenda a sua audiência

Independente do site ou rede social, é preciso saber exatamente o quê e quando postar.

1.Inspire-se com conteúdos de qualidade
Para ser relevante, é preciso estar conectado ao que acontece no mundo. Na moda, visitar sites e portais pode ser inspiração para assuntos e matérias do momento. Sempre vale uma visita no FFW, WWD, The Cut, The New York Times, The Post entre outros. Entre uma leitura e outra, pode surgir uma pauta certa para a sua audiência.

2.Faça planejamento do seu conteúdo
Independente do site ou rede social, é preciso saber exatamente o quê e quando postar. Além de ser frequente nos posts, é preciso diferenciar qual conteúdo é sazonal, relevante em momentos específicos, e o que é perene, ou seja, com durabilidade maior no alcance de leitorxs. Entender essa diferença é essencial para ordenar o conteúdo, decidindo se aquela pauta é mais urgente que outra. Postar uma imagem no Instagram sobre o novo formato das semanas de moda, durante o evento, é relevante por ser um assunto do presente.

3.Domine ferramentas de monitoramento de navegação
Cabelos vermelhos ou ruivos? Mais do que conhecer o seu público, saber como se comporta e o que busca no ambiente digital é essencial para atender suas necessidades. Hoje, algumas ferramentas ajudam a saber qual o volume de busca que determinada palavra tem em cada época do ano. Ubersuggest, AlsoAsked, Answer The Public, Key-word Tool, Google Trends, Trending Topics do Twitter e outras ajudam a medir o real interesse dos usuários, analisando a porcentagem de citações da palavra e o tráfego de navegação. Monitorar interações em redes sociais e o engajamento de influenciadores também é válido para medir alcance de usuários e movimentação. Essas ferramentas nos dão informações valiosas para que o conteúdo seja cada vez mais certeiro ao seu público-alvo.

4.Adapte-se às redes sociais (sem medo!)
Para cada rede social, existe um formato de conteúdo. Decidir qual adotar é essencial para viralizá-lo. Em um site, além das técnicas de SEO (Search Engine Optimization) que ajudam a ranquear em portais de busca na conquista por mais cliques, há mais profundidade nos assuntos. No Instagram, imagens com boa visibilidade fazem da rede um oráculo inspiracional de moda que chama a atenção a todo o momento e com conteúdo espalhado em suas plataformas. No Feed, a harmonia e a coerência de posts atraem a atenção dos seguidores com uma legenda curta e sugestiva. Já nos Stories, momentos rápidos e inusitados podem ser flagrados. Muito diferente do IGTV que permite a postagem de vídeos maiores, com conteúdo informacional como uma entrevista. No Heels, plataforma mais nova da rede social, o lúdico ganha espaço com truques de edição para movimentos divertidos, como a troca de looks em segundos. Usando o Facebook, é possível criar grupos de discussão para saber a opinião de determinada comunidade. No Twitter, assuntos polêmicos ganham destaque na criação de debates, hashtags e reposts.

5.Interaja com o seu público
As redes sociais existem para conversarmos, não é verdade? Nada é mais relevante do que dar atenção ao seu público, respondendo comentários, fazendo enquetes e interagindo a todo o momento. Mais do que escolher a estratégia e o formato do conteúdo, estar atento à audiência é crucial para construir um bom relacionamento. Afinal, não existe conteúdo sem interação.

 

Jornalismo de Moda para Internet

Antes de escrever uma matéria, entenda muito bem o seu público e saiba como cativá-lo

PONTO DE DESTAQUE
Além de escolher a estratégia certa, produzir conteúdo no meio digital tem um parâmetro principal: a verdade de forma fluída. Criar empatia com sua audiência é respeitar os formatos e suas permissões para que seja relevante e sincero com o seu público. É certo que, com a avalanche de informações em que vivemos, hoje, na internet, atrair a atenção é uma tarefa contínua na busca por pautas coerentes e alinhadas aos usuários. “Estar com o dedo no pulso faz toda a diferença”, concluiu Daniele Santos, gerente de estratégias digitais da Globo Condé Nast.



ESCRITO POR Ivan Reis
Ivan Reis é mestre em Linguística e apaixonado por leitura, escrita e por todo o universo de jornalismo de moda, principalmente quando se fala em moda masculina.

Ivan Reis é mestre em Linguística e apaixonado por leitura, escrita e por todo o universo de jornalismo de moda, principalmente quando se fala em moda masculina.

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS

LEIA MAIS EM Business

5 de outubro

Fashion job: aprendizados de carreira com “Emily em Paris”

Drible os clichês da série e veja como ter alguns insights profissionais com a divertida PR americana

por Andreia Meneguete
11 de fevereiro

Diário de bordo: por dentro da Vogue Britânica

Inside Vogue: livro de Alexandra Schulman traz os bastidores da Vogue britânicaPersonalidade carimbada na primeira...

por Letícia Becker
21 de janeiro

Vogue Itália elimina fotos da edição de janeiro

Ação evidencia os impactos ambientais gerados na elaboração de uma revista

por Giovana Marques
13 de fevereiro

Cores em destaque: o inverno otimista de Wes Gordon para Carolina Herrera

Avesso à sobriedade, Gordon voltou a rejeitar a neutralidade dos tons das estações frias para abusar de tecidos coloridos

por Guilherme de Beauharnais

ÚLTIMAS POSTAGENS

Arraste para o lado
20 de dezembro

Projeto 19M da Chanel: o fortalecimento do luxo

Com nova CEO na casa e inauguração oficial do projeto, a grife francesa promete enaltecer o artesanato de moda de luxo

por Júlia Vilaça
9 de dezembro

Jornalismo de Moda: e se a autora Clarice Lispector fosse capa da Vogue?

No mês que Clarice Lispector faria 100 anos, conheça a relação da escritora com o jornalismo de moda

por Ivan Reis
28 de agosto

Figurino do filme ‘Spencer’: o papel das marcas de moda no cinema

Filme sobre Lady Di traz figurino assinado por Chanel e mostra o poder das marcas nas narrativas em torno de biografias

por Carol Hossni
17 de agosto

O homem contemporâneo segundo Mário Queiroz

Análise de imagem: o professor e designer explica as transformações na moda masculina hoje

por Ivan Reis
10 de agosto

Vida em detalhes: na fila da vacina, vista sua esperança

Enquanto esperar é a única coisa que nos resta, as roupas moldam a cena de um futuro próxima que desejamos ter

por Ivan Reis
10 de agosto

Belly Palma: “Posso fazer o que eu quiser e do meu jeito”

Influência ativista na internet: Izabelle Palma é a nova voz quando se fala em moda, diversidade e inclusão no Brasil

por Ivan Reis
11 de junho

Moda e woke-washing: a mercantilização do corpo preto em um novo patamar

Jornalista Viviane Rocha relata o sequestro da humanidade das pessoas pretas

por Viviane Rocha
9 de junho

Semiótica da moda: análise do filme “Disturbing Beauty”, da Dior

Semioticista Clotilde Perez analisa os significados da beleza no novo filme da Dior

por Clotilde Perez